A Saga Herisson: Fazendo seu próprio destino

por
Herisson Costa
em
Casos de sucesso

Fala pessoal, beleza ? Eu sou o Herisson... Apaixonado por obras clássicas tanto quanto por colagens, sempre tento deixar minhas peças com um ar de "Novo Clássico"... Essa aqui é minha descrição no perfil da minha loja aqui na Touts, mas se você quiser saber um pouco mais sobre mim, dá uma olhada aqui (Artista da Vez #31 — Herisson).

Esse sou eu!


Mas então, acho bom deixar claro que eu sou “gente como a gente” e assim como você, tô nessa caminhada de amor a arte, mesmo com os obstáculos. O bom é que eu já consegui passar por vários desses obstáculos e continuo firme. Hoje eu vim contar um pouco sobre essa caminhada e tentar dar algumas dicas realmente práticas e vividas, acho isso mais válido do que ficar pesquisando “Como ficar rico” no Youtube, hahaha!

Relatei aqui quase em forma de um jornal como foram meus últimos meses de aprendizado em novas ferramentas de divulgação, principalmente o Facebook Ads. Espero que curtam!

Primeiros passos

Nunca pude realmente viver de arte. Depois de um pouco mais de um ano nesse mundo, o máximo que consegui foi fazer disso um hobby. Sempre me empenhei, porém a falta de tempo não me permitia passar de um certo limite. Mas agora que o sistema me obrigou a ter tempo livre em casa - se é que você me entende -, pensei: porque não botar tudo a prova e ver se realmente consigo focar só nisso e ter resultados?

A jornada começou bem antes, mas para fins de alinhar as ideias, vamos começar do começo... O e-mail da Touts falando das mudanças que iriam acontecer no começo de 2019 marcou minha chegada até o Academy deles. Li todos os posts em um dia e o que mais me chamou atenção foi o fato de trabalharem com um sistemas de afiliados. Uma coisa que sempre me deixou inseguro com relação a divulgar outras galerias em que trabalho na internet era o fato de chamar pessoas para um site onde eu vou concorrer com 50.000 outras artes fodas. Por isso, sempre dei preferência as vendas pessoais, às vezes até eu mesmo entregava. Mas com os cookies do Programa de Afiliados eu teria a chance de ganhar mesmo que a pessoa acabasse comprando produtos de outros artistas. Isso realmente me chamou atenção, pois já conhecia sistemas desse tipo!

No mês de Abril resolvi dar um tempo com a forma que eu tinha de captar clientes por contato direto na rua ou usando Instagram para contatar possíveis lojistas. A abordagem tinha que ser outra até pela própria logística dos produtos. Inclusive, foi o mês que menos postei artes no meu perfil, de uma média de 25 posts por mês que mantive durante quase um ano, acabei caindo para menos de 10 em dois meses. Resolvi dedicar 100% do meu tempo apenas em planejar, criar e divulgar campanhas no Facebook. A ideia parecia promissora, tendo em vista que eu já tinha um certo feeling com campanhas no Google Ads... Com certeza foi um grande engano da minha parte achar que eram ferramentas parecidas.

A começar pelo formato, que não tem nada parecido. Enquanto no Google você pode anunciar para palavras-chaves bem nichadas e alcançar pessoas que já estão interessadas em um termo, no Facebook é ele quem dita as regras. Você escolhe um tema ou um “gosto” e ele te cria um grupo de pessoas em potencial. No começo parecia que poderia fluir melhor, já que o Facebook tem todo o seu perfil social - alô Zuckerberg! -, daí comecei a investir em anúncios de tráfego, pagando apenas por clique. Isso me garantiria que eu só pagaria se a pessoa no mínimo entrasse na loja, e mesmo que não comprasse nada, eu teria pelo menos uma janela de sete dias para caso a pessoa resolvesse voltar ou até procurasse outra coisa eu ainda ganharia pelo cookies. 

O mês foi passando e os cliques foram crescendo... No geral, minhas ideias de anúncios e produtos separados por tema iam bem de cliques, a quantidade de acessos foi se acumulando e foi tudo bem empolgante no começo! Eu usava o formato de carrossel com estampas de artistas diferentes com um mesmo tema e o anúncio realmente chamava atenção. Mas depois de 30 dias e nenhuma venda, eu tinha acumulado quase 1.500 cliques inúteis nos meus anúncios e R$500,00 jogados no lixo. O período de teste que eu tinha dado pro Face foi curto, mas entrei de cabeça e quase me lasquei, hahaha!

Enquanto isso, combinei com a equipe da Touts para nos reunirmos praticamente toda semana. Eu fazia um breve relatório do que estava experimentando e como estava fazendo, e em troca eles davam algumas ideias e tentávamos melhorar meus resultados. Estava achando muito estranho ter essa quantidade tão grande de gente avulsa entrando e nenhuma conversão em vendas. Eles sempre foram muito transparentes e me mostravam os relatórios dos sistemas deles. Batíamos os números e parecia que os anúncios traziam tudo, menos vendas! Tínhamos que pensar em estratégias melhores...

Então a equipe da Touts me passou uma ideia que estavam testando para lançar no futuro. Mas já que eu estava testando de tudo, por que não me deixar tentar isso também ?

A ideia era liberar o mesmo sistema de “rastreio” de vendas que eles já usavam no marketing digital deles, o chamado Pixel do Facebook para os demais criadores do site.

“O pixel do Facebook permite otimizar e criar relatórios sobre as conversões, bem como criar Públicos Personalizados e medindo resultados dos anúncios para aprender e criar resultados melhores”...  Isso pra resumir bastante.

Mais ou menos no final de Maio me reuni mais uma vez com a Touts para tentarmos ver como funcionaria o uso do Pixel na minha conta. Já que o uso deles era em grande escala para todos os anúncios do site, precisaríamos adaptar algumas coisas para testar comigo, ou seja, uma pessoa só. 

A ideia do Pixel era basicamente deixar meus anúncios mais inteligentes. Os anúncios seriam melhor direcionados para potenciais clientes que já visitaram minhas páginas e eu também teria total acesso às informações que esse clientes deixassem no site. O Pixel rastrearia ações como, adições ao carrinho de compras, adição às favoritas e até valor da compras feitas. Com essas informações eu conseguiria direcionar melhor meus anúncios e acompanhar de perto os resultados.

Depois de um dia inteiro quebrando a cabeça para resolvermos a integração, finalmente conseguimos sincronizar tudo e minha conta de anúncios estava pronta para fazer as propagandas mais modafockas... Na mesma noite, fiquei até tarde estudando esse formato e no dia seguinte, de cara, fiz seis anúncios. No dia seguinte, já estava tudo funcionando de forma épica, estava vendo quais anúncios realmente estavam valendo a pena manter ou não, estava melhorando as coisas que já pareciam boas e, dessa vez sim, parecia que ia fluir a parada toda! Foi aí que três dias após isso, o Facebook me avisou que estava parando todos os meus anúncios por chegar no limite do cartão de crédito. Lembra daqueles R$500 que comentei ainda há pouco? Então, nessa época gastei demais e quando investi os primeiros míseros R$60 na nova estratégia vencedora, meu cartão estourou, hahaha!

Bom, voltei a estaca zero. Apesar de ainda achar que o novo formato traria resultados dessa vez, achei melhor tentar outras formas de divulgação e recuperar esse dinheiro antes de investir de novo. Tava na hora de voltar ao começo e conquistar clientes de forma orgânica, mas com uma abordagem diferente do que eu fazia antes. Agora já  é final de Maio e estou cheio de ideias, começando a por algumas delas em prática...

Tentando novos formatos

Resolvi criar um perfil no Instagram específico de canecas, padronizei os posts de forma bem organizada e diferente dos perfis do mesmo segmento que conhecia. Por experiência sei que nerds amam canecas, e já que a Touts tem bastante coisa para esse público, passei uns dias trabalhando em posts chamativos e bonitos. Comecei a postar em uns grupos no Face e entrar em contato com alguns blogueiros e perfis que tinham seguidores dos nichos de cinema, livros e esses temas. Fiz uma lojinha no Face acho que acabei de deixá-la bem maneira. Estamos no começo de Junho e a partir de agora vou começar a correr atrás de resultados.

Outras ideias & Abrindo um MEI

Uma das ideias para trazer vendas orgânicas era vender minhas artes em camisetas, canecas e quadros em quantidade para outros lojistas e revendedores, e o melhor é que eu não precisaria manter o estoque, já que a Touts seria responsável pela produção e envios. O único problema dessa empreitada é que para eu passar Nota Fiscal, eu teria que emitir uma nota de serviço, e tinha mais alguns detalhes que me fariam necessariamente ir na prefeitura para organizar tudo da forma certa. E foi aí que começou o trabalho de parto...

Eu só precisava fazer um MEI para ter um CNPJ. Veja bem, fazer um MEI é uma coisa simples, você entra no site, bota seus dados e pronto, 15min depois você já é um capitalista oficializado... Só tem um problema, parceiro. Eu moro em Duque de Caxias, hahaha!

Por algum motivo a prefeitura de Caxias tem dois sites - não me pergunte o porquê... Liguei pra lá e me informaram que eu teria que fazer tudo por telefone e a pessoa faria comigo online pra diminuir a quantidade de pessoas na prefeitura. Me passaram o número pra falar direto com o responsável e depois de 3 dias tentando achar a pessoa resolvi ir lá pessoalmente. Chegando lá, o atendente disse que a única pessoa que cuidava disso tinha saído e não sabia se voltaria mais no dia. Pois bem, voltei pra casa com a cara remexendo e no dia seguinte consegui falar por telefone com o responsável. A primeira coisa que a pessoa falou é que nada se resolvia online e eu tinha que ir lá pessoalmente com os documentos... Na semana seguinte fui lá eu de novo e finalmente encontrei a pessoa. Consegui todos os documentos de entrada no alvará necessário para emitir notas fiscais - nesse ponto até eu já tinha esquecido porque eu tava indo lá, achei melhor relembrar o leitor também.

Só um detalhe curioso: isso que eu estava tentando fazer poderia ser resolvido em 40min na prefeitura do Rio, mas eu tinha que esperar 5 dias pra ter a resposta. Passados os 5 dias, voltei e fui informado que faltavam documentos, sendo que eles já estavam anexados. A pessoa meio constrangida resolveu me “adiantar”, verificou, deu OK em tudo de novo e me disse para voltar no outro dia pra buscar o alvará. No dia seguinte voltei e na hora de pegar o alvará, descobri que do dia anterior até aquele momento tinham perdido todos os processos - hahahaha, aí cacete! ri alto agora só de lembrar! Essa parte eu vou resumir: depois de um tempinho procurando acharam meu processo novinho em folha, enfiado nos arquivos gerais, e que pela cara já tinham uns 30 anos que estavam ali. Finalmente consegui pegar meu lindo alvará, nada mais poderia me impedir! A não ser o site da receita que sempre dava uma mensagem de erro quando tentei emitir minha primeira nota... Mas não vou me alongar muito nessa parte da jornada, vocês já entenderam o drama.

Voltando ao Facebook

Dá ultima vez que escrevi sobre as técnicas de anúncios no FB, era começo de Junho e tínhamos acabado de conectar o Pixel da Touts com minha conta de anúncios. Os anúncios “inteligentes” estavam começando a rodar até que o meu cartão bloqueou os pagamentos dos anúncios e resolvi investir em novos formatos. Lembra do perfil criado especificamente de canecas de nicho nerds? Então, passei um mês inteiro criando posts bonitos e diferentes, com um padrão bem descolado, fiz até parceria com uma página de cinema no Face que tem mais de um milhão de curtidas e um ótimo engajamento. Eu sabia disso pois já acompanhava eles há tempos, porém de cara já me decepcionei com a parceria. O Insta deles, apesar de ter bem menos seguidores, costumava ter uma média de 1.000 curtidas por post. Criamos um post para divulgar meu novo perfil, com imagens bem de acordo com o nicho deles e tudo, mas o post no fim das contas teve 50 curtidas e gerou só uma venda :(

Depois de passar quase o mês de Junho todo investindo muito tempo e atenção a esse perfil, resolvi retornar aos anúncios do Face. Vou ser breve e pular a parte que perdi duas contas de anúncios novas que funcionaram por 3 dias antes do Face excluí-las por motivos uaréva. Isso mais pra frente pode ser um post a parte.

Dessa vez eu resolvi mudar a minha estratégia. Em algumas dessas idas e vindas do Facebook, acabei descobrindo algo meio óbvio: anúncios sazonais funcionam. Dia das mães, dia do amigo, dia do orgulho nerd ou gay, dia da mulher. Só que que obviamente eles funcionam por um curto período de tempo, fora que o valor pago por cada anúncio desse, costuma ser maior do que o normal, já que a concorrência e a procura por esses espaços também é alta. Eu queria procurar criar anúncios para produtos que vendessem o ano todo, claro que eu não poderia abandonar os anúncios sazonais e surfar essas ondas, mas eu precisava encontrar o meu próprio público.

Daí resolvi organizar minha loja no Facebook, adicionando mais produtos, novas estampas e deixando com um visual bem variado. O objetivo agora é promover a loja em sí. Nesse momento, estamos no início de Julho.

Criando uma Loja no Facebook

Pois bem, alguns detalhes resumidos sobre perfil comercial no Insta.

Regra básica, se você pretende vender pelo Instagram ou no mínimo conhecer melhor seu público (melhor hora para postar, melhor dia, que tipo de post trouxe mais seguidores, etc) você tem que criar um perfil comercial. Ok, isso é o básico, mas e no Facebook ?

No Face você tem a Fãpage, que basicamente você sequer precisa entrar para fazer posts já que basta conectar com seu Insta e toda vez que você fizer um post, o mesmo também vai pro Face, como 90% dos meus contatos com clientes sempre foram do Insta e pra falar a verdade eu nunca gostei muito de Face, a Fãpage estava lá abandonada - eu até fiz um post fixo no topo falando com os seguidores que a página tava parada e para entrar em contato seria melhor no Insta, hehehe - E pra falar a verdade aquilo lá nunca me trouxe curtidas ou comentários, mas aí é que entra um detalhe que só quase um ano depois eu vim prestar atenção! Veja bem, que isso vai servir para você meu caro leitor...

Provavelmente você sabe que além da Fãpage, também dá para criar uma loja no Facebook, isso vai ser de extrema importância para a criação de anúncios melhores no futuro. Se você já souber disso e como funcionam os feeds de produto, pode pular para o próximo tópico. Mas seria interessante você ler esse também ;)

Dependendo de quanto tempo faz que você tem a fãpage, o botão de “Loja”, já vai estar no painel ao lado, se não tiver, vá em “Configurações” lá em cima para adicioná-lo.

Vá em Modelos e Guias e adicione Nova Guia

Irá abrir uma caixa de opções e você irá escolher o botão Loja, como a minha loja já existia, não aparece essa opção para mim, mas depois que você adicionar é só confirmar e seguir para o próximo passo.

Volte para o painel inicial da Fãpage e acesse sua loja que estará na lateral, como mostrado na Figura 1.

Agora você vai configurar sua loja.

No meu caso, eu não faço vendas por direct ou mensagens, a Touts é minha principal plataforma de vendas, logo a opção será Finalizar Compra em Outro Site 

Configure a moeda e Salve

Loja criada, agora você irá adicionar seus produtos. 

Escolha a imagem do seu produto, nome e preço, normalmente eu não coloco descrição, mas fica à seu critério. Faço isso por que a maioria dos formatos de anúncios a descrição nem aparecer, acho que isso também incentiva o cliente a acessar o site para ver outras opções de formatos ou tamanhos. Mas é importante que você deixe o produto público e visível na loja, se atente para essa parte pois às vezes esse botão não está ativo como padrão. 

OBS: A URL de finalização da compra do meu produto finaliza com a minha ref do link de afiliado da Touts.

Agora que sua loja está criada e com produtos, você já pode começar a divulgação. #Ficaadica, crie vários anúncios do mesmo produto, para a sua lojinha ficar bem variada e encher os olhos dos cliente.


Criando anúncios no Facebook

Segunda-Feira, dia 22 de Julho, e parece que achei duas formas de anunciar que dão retorno!

Primeiro formato: Criar um anúncio com produtos específicos direcionados para o público semelhante aos meus compradores da Touts usando o Pixel de conversão. Os produtos anunciados seguirão um padrão criado por mim, apenas das minhas artes e apenas de camisetas.

   

D:\Users\Computador\Desktop\Criando Loja\vestir arte\olhar 1.jpg

 

D:\Users\Computador\Desktop\Criando Loja\vestir arte\floral.jpg


Segundo formato: Criar um anúncio que divulgará minha loja do Face como um todo através do catalógo de produtos, lembrando que minha loja tem produtos diversos e de outros artistas. Esse anúncio será direcionado para o público de visitantes do site também usando o Pixel de conversão.

Comparando Métricas & Resultados

D:\Users\Computador\Desktop\Criando Loja\Print metricas Face 01-08.png

Quinta-feira, 01 de Agosto. Ambos os anúncios estão dando retorno, parei todos os outros testes que estava fazendo para focar apenas nesses dois. Deixei eles rodarem por 10 dias, investindo R$25,00 por dia em cada um.

As métricas do Facebook no segundo formato tinham algumas diferenças, mas eram aceitáveis, levando em conta possíveis desistências de compras por boleto e outras possíveis variações. Resolvi então parar o anúncio da loja e deixar rodando apenas os anúncios dos meus produtos específicos. Também criei uma cópia dele mas dessa vez, troquei algumas das minhas artes, por quatro artes das mais vendidas da Touts que já tinham me dado resultados no passado.

Os resultados parecem promissores de fato, mas agora tenho que pensar nos valores das conversões e dos lucros reais. Vou deixar esses anúncios rodando por mais uns dias, até a próxima reunião na Touts para dar tempo de pensar em algo.

Oh Glória!

D:\Users\Computador\Desktop\Criando Loja\Print metricas reais de vendas.png


Depois de meses testando, experimentando, falhando miseravelmente, finalmente consegui uma luz no fim do túnel! Em 10 dias investindo R$234,57 consegui ter um Lucro Real de R$89,18! Foi um retorno de 38% no valor investido em menos de um mês de investimentos.

Obviamente esses R$89 são muito pouco e ainda estão longe do meu sonho de "viver de arte", mas se eu conseguir manter essa taxa de retorno enquanto aumento meus investimentos, em breve estarei faturando cada vez mais! E o melhor de tudo, eu fiz tudo isso acontecer \o/

Próximos Passos

Agora é a hora de escalar meus investimentos e continuar a me aventurar cada vez mais no mundo do Marketing Digital. Estou longe de ser um expert, mas sinto que agora já tenho uma noção do "caminho das pedras" e para qual lado seguir!

Sei que posso contar sempre com a ajuda do time da Touts nessa jornada e ainda consegui mais alguns aliados de peso.Um especialista do Facebook ficou de me ligar no dia 06/08 para falarmos sobre as métricas e os valores das conversões e como otimizar ainda mais minhas campanhas.

Espero que esse post possa te ajudar um pouco, escrevi sobe justamente o que gostaria de ter lido quando comecei toda essa aventura. Não tenho a pretensão de ser nenhum super coach do Instagram e te ensinar a fazer dinheiro fácil, mas se puder te ajudar a pular algumas etapas e aprender com meus erros, acho que cumpri meu papel :)


Herisson Costa
Apaixonado por obras clássicas tanto quanto por colagens, sempre tento deixar minhas peças com um ar de "Novo Clássico".

relacionados

entre para o clube

Seja o primeiro a receber conteúdos da Touts Academy
Obrigado por se inscrever, esperamos poder te ajudar!
Oops! Ocorreu algum erro ao enviar o formulário!
Ainda não conhece a Touts?
Saiba mais